LAZER EM TORONTO – PARTE 2: ATIVIDADES ESPORTIVAS (JOGO DO BLUE JAYS)

Esse é a segunda parte de 8 posts em que serão abordadas as principais opções de Lazer em Toronto, da série Como é morar aqui Para ler os demais posts já publicados sobre o assunto clique nesse link. 

Não que eu seja fã de baseball, nem que eu entenda muito das regras do jogo; aliás, sempre escutei que era um esporte chato e monótono. Todavia para os canadenses o baseball é equivalente ao futebol para os brasileiros, então eu queria muito ter a experiência de assistir a um jogo no estádio pra entender o porquê desse paixão e poder formar a minha própria opinião.

Basquete, baseball e ice hockey são os esportes mais famosos no Canadá. Os times de Toronto são:

Ice hockey – Toronto Maple Leafs

Basket – Toronto Raptors 

Baseball – Toronto Blue Jays

Ir ao estádio está nos top programas preferidos canadenses. Como já comentei aqui no blog, na multicultural Toronto o que menos se vê é canadense, mas nos estádios tu vai ver sim, porque eles frequentam bastante.

O ice hockey vou poder falar com propriedade mais adiante, quando o – temido – invernão voltar. O time de basquete foi desclassificado, então não vai rolar jogo nesse verão. A opção do momento então é o Toronto Blue Jays (baseball), que, por sua vez, segue firme nesta temporada (há controvérsias, vou comentar daqui a pouco).

Ontem resolvi ir ao jogo, dei um Google “blue jays tickets” e entrei no Vivid Seats para comprar ingresso. Os preços variam de acordo com a zona escolhida, mas são super acessíveis, iniciam em CAD 2 + taxas! Eu peguei um lugar super bom e pertinho do campo e gastei CAD 27. Recebi os ingressos por e-mail e pensei: só chegar lá e apresentar o ingresso eletrônico, certo? ERRADO! Por incrível que pareça, o leitor não aceita o ingresso eletrônico. Nos mandaram dar meia volta para imprimir. GENTE, IMPRIMIR? FALA SÉRIO! País desenvolvido, estádio tecnológico… não entendi essa. Mas fica a dica, tem que ser ingresso impresso. Fomos orientados a ir na The Ups Store, 2 quadras dali e conseguimos imprimir.

O estádio do Blue Jays é o Rogers Centre, localizado no coração de downtown. Tem capacidade para cerca de 50 mil pessoas e possui um teto mara retrátil, que no verão abre e proporciona uma vista perfeita da CN Tower. O local também promove vários shows e eventos e – pasmem – tem um hotel em que as janelinhas dos quartos dão de frente para o estádio.

hotel rogers.jpg

Foto: reprodução

O estádio é lindo, amplo, limpo, grama verdíssima e com milhares de quiosques com opções variadas de alimentação, além de lojinhas com artigos do Blue Jays. A atmosfera do lugar é envolvente, divertida, a galera vai toda uniformizada e dá vontade de comprar tudo, mas cuidado viu? Segura o tchan aí, que os preços são uma facada e o amanhã (a conta do cartão) sempre chega haha

19197470_1785585948135187_1462054564_o

Foto: arquivo pessoal

19205040_1785587998134982_1750179480_o.jpg

Foto: arquivo pessoal

19181900_1785601464800302_1776060919_o.jpg

Foto: arquivo pessoal

No início do jogo eu não estava entendendo bulhufas, mas depois fui me situando. O que eu entendi é que quando um time isola a bola e consegue correr por todas as bases ele faz um ponto, chamado de “home run”. Nos primeiros minutos a torcida estava acanhada, depois começou a fazer barulho (leia-se também: beber), a gritar “let’s gooooo Blue Jays!” e fazer a famosa “ola”.

A duração do jogo é comprida e varia de acordo com o andamento da coisa, podendo chegar até a 6h. O mínimo são 3h de jogo, então sim, a tua bunda pode ficar quadrada, a não ser que tu dê uma circulada durante o jogo – dificilmente as pessoas ficam concentradas no campo 100% do tempo.

Curti muito a experiência de ir ao estádio e não achei tão parado assim! Volta e meia toca música e aparecem escritos no telão para animar a galera, como “make some noise”, “clap your hands”, além do mascote e animadoras do time dançando.

Apesar de ser terça-feira à noite, o estádio estava lotado, principalmente nas arquibancadas de baixo, e com gente de todas as idades e sexo. Mesmo com a grande quantidade de pessoas, achei tudo bem organizado. Quando a bola está em jogo não é permitido descer para as arquibancadas para não atrapalhar a visão de quem está assistindo; ou seja, se tu for ao banheiro e quiser voltar, tem que esperar o intervalo. Por falar em bola, toda vez que ela voa para a arquibancada (e vá bola fora sim!), o torcedor que pega pode ficar com ela. É permitida a venda de bebida alcoólica e têm ambulantes passando pelas arquibancadas com comida e bebida. Compramos um cachorro quente delícia e algumas cervejinhas.

19182125_1785585981468517_1601525864_o

Foto: arquivo pessoal

19212906_1785585814801867_1100750017_o

Foto: arquivo pessoal

A experiência de ir ao estádio e sentir a vibração do time e da torcida é com certeza muito melhor do que assistir na TV, tenho que admitir que na TV é mesmo chato de ver baseball. Eu sinceramente não entendi os tempos de intervalo, quanto tempo mais se tinha de jogo e pra mim a partida terminou meio do nada. Apesar de o Blue Jays ter tomado um pau do Tamba Bay Rays perdendo de 8×1 (por isso falei que há controvérsias de que o time segue “firme”), amei ter ido ao jogo e com certeza voltarei ao estádio! E claro, compartilharei tudo com vocês. Vem te aventurar com a gente! 🙂

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s