#GPM NO ATACAMA: UYUNI DAY 1 – FRONTEIRAS, LAGOAS, FLAMINGOS

Este é o sexto post da série Atacama/Uyuni. Para ler os demais, clique aqui e acesse o índice com todos os posts já publicados.

Partiu chegar aos 5.000 metros de altitude? Hoje a gente conta tudinho sobre o primeiro dia da travessia Atacama-Uyuni, com direito a lindas paisagens e muita folha de coca.

Ultra nervosa, comecei o dia ainda no escuro: nossas coisas arrumadas quase inteiramente na noite anterior, precisávamos só dar aquela finalizada e verificar se nada ficaria para trás. O café da manhã não foi aquele maravilhoso do primeiro dia (o pão é feito na hora) devido ao horário, mas o pessoal do hotel foi querido e nos deixou frutas e café à disposição.

Perdão aos que se incomodarem, mas preciso dizer: a grande missão e a maior dica que eu posso dar nessa hora é aproveitar o banheiro limpinho e confortável antes de sair do hotel. É um drama, eu sei, porque na hora que precisa… quem disse que vem a vontade? Mas vai demorar até ter um cantinho assim de novo, então me escuta: toma café, faz macumba, respira e relaxa pra não te arrependeres.

A empresa, claro, atrasou pra nos buscar, mas nada comparado ao dia anterior (ler o post aqui), não nos prejudicou. Pegamos no caminho outras três meninas austríacas, recém saídas do colégio, que acabaram sendo nossas parceiras de viagem.

Com elas, fomos até a fronteira onde paramos para o café da manhã: sanduíches com abacate, bolo, cookies, sucrilhos, café e chá. Também rolou um chocolatinho pra levar na viagem, um mimo. São boas horas de espera para sair do Chile, e teve um draminha dos motoristas no WhatsApp sobre as condições climáticas e a impossibilidade de seguir viagem (não entendi até agora o que aconteceu, nosso driver explicou que era tentativa de ganhar dinheiro), mas nada mudou no nosso plano.

É nessa hora que a gente conhece todo mundo que vai fazer a viagem, o caminho é o mesmo pra todos: esperamos o escritório abrir e, quando abre, temos que correr para fila para termos os passaportes carimbados e podermos seguir viagem logo. O negócio é que lá os integrantes de cada grupo tem que passar na polícia juntos e super rola o jeitinho brasileiro – os motoristas ficam tentando furar a fila pro seu grupo e aí, imagina, um bando de gringo que não é acostumado com a prática… enlouquecem.

DSC_0286

Saindo do Chile, mais uma espera para entrar na Bolívia. O espaço é simples e a minha dica é tentar ao máximo se comunicar em espanhol, gentilmente e com segurança, conhecendo bem os seus direitos. Pode ser que te peçam para pagar pelo visto, mas não está certo (leia mais sobre o assunto no post de dicas gerais clicando aqui), não pague. Lá também dá pra pagar para usar o banheiro, mas aviso: é no-jen-to. Pior cheio da vida, todo sujo, foi uma experiência terrível. Tenha sempre álcool gel, sério mesmo.

É na entrada da Bolívia que trocamos não só o carro, mas o guia (e aparentemente a agência) também. Nossas malas vão todas para o topo da 4×4 e ficamos apenas com o necessário para o dia com acesso mais fácil.

IMG_5868

Nós estávamos em cinco mais o guia, então ficou mais folgado e nenhuma das mochilas foi um problema. No entanto, acredito que grupos maiores tenham que buscar levar menos coisas consigo uma vez que a parte traseira do carro é mais apertada. Para que todos possam aproveitar a viagem com o máximo de conforto possível, ficam duas dicas:

  • Combinar um esquema de revezamento no carro com os companheiros de viagem;
  • Levar garrafas de 2l dentro do carro e deixar os galões no topo, reservando-os para completar as garrafas menores quando estiverem nos refúgios.

Seguindo viagem, vieram mil maravilhas:

LAGUNA BLANCA

IMG_3426

LAGUNA VERDE

IMG_3459

DSC_0097

DESERTO DE DALÍ

ÁGUAS TERMAIS

IMG_3492

GEYSERS SOL DE LA MAÑANA

IMG_3595

Obs: a paisagem é linda, já o cheiro de ovo podre que sai dali…

LAGUNA COLORADA

FullSizeRender 11

Sobre as lagoas, o colorido se dá graças a algas e minerais presentes na água. O sol e o vento tem super influência no efeito, então o horário da visita pode fazer diferença, sim.

Em síntese, as distâncias não são muito longas, o carro me deixou muito menos enjoada do que o previsto e fui imensamente surpreendida pelas paisagens maravilhosas. A grande vantagem que tivemos foi o nosso guia, super simpático e discreto, que permitiu que parássemos sempre que solicitado para tirarmos fotos dos animais ou de algo interessante que encontrássemos pelo caminho. Mascamos muita folha de coca para a altitude (5.000m!) e as reações foram variadas: meu namorado não sentiu praticamente nada, eu fiquei levemente cansada, com um pouquinho de dor de cabeça no final do dia, as meninas sentiram mais e uma delas ficou bem enjoada e tonta.

DSC_0102

A alimentação, apesar de não ser luxuosa, foi bem ok e não precisamos beliscar nada na mochila (nem eu, que sou a louca da comida). Durante o caminho, poucos são os lugares para ir no banheiro e, quando possível, é bom aproveitar. Também fica a dica de usar as águas termais para tomar aquele banho de gato, já que o chuveiro do refúgio é bem precário (post sobre as hospedagens), único e não conta com água quente. No entanto, não recomendo entrar na piscina natural caso estejas sentindo a altitude: o calor intensifica os sintomas – a temperatura da água fica entre 35°C e 40 °C).

Dúvidas, impressões, sugestões.. a gente adora feedback! Deixa teu comentário no topo do post – não é preciso estar cadastrado e nos ajuda bastante.

Gostou?

Não esquece de curtir nossa página no FB e nos seguir nas redes sociais pra não perder nada. Estamos sempre explorando novos caminhos! 👊🏻

💰Economize no hotel: Se for viajar, faz a reserva pelo nosso link do booking.com pra garantir um descontinho top. Nós fazemos sempre nossas reservas com eles (tem post aqui sobre o site) e descolamos essa promoção mara: ao se hospedar com eles clicando aqui, após a estadia vocês ganham 40 reais de volta no cartão de crédito e nós também, assim além de economizar uma graninha na viagem vocês também nos ajudam a continuar a trazer dicas boas pra vocês. Todo mundo ganha! Mas lembra: a reserva tem que ser feita pelo nosso link pra promoção valer.

✈️ Instagram: @guriaspelomundo

✈️ Twitter: @guriaspelomundo

✈️ FB: http://www.facebook.com/guriaspelomundo/

✈️ Pinterest: https://br.pinterest.com/guriaspelomundo

Vem te aventurar com a gente!

Anúncios

5 comentários sobre “#GPM NO ATACAMA: UYUNI DAY 1 – FRONTEIRAS, LAGOAS, FLAMINGOS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s