SOBRE VIVER EM SAN DIEGO – CALIFÓRNIA

Ah, San Diego… Pedacinho de paraíso que mora no meu coração. Eu amo falar desse lugar. Aqueles que curtem praia recomendo muito conhecer!

Hoje vou abordar aspectos específicos sobre a Califórnia e a cidade de San Diego. Alguns podem parecer óbvios para quem já foi aos EUA, mas me surpreendeu num primeiro momento. A maioria dos outros estados dos EUA tem características bem diferentes. A Califórnia é quase um estado à parte e os próprios californianos dizem isso.

  • O povo é receptivo, educado e simpático. Parecem estar sempre de bem com a vida. Tu entra em qualquer estabelecimento e eles já começam a puxar papo: “Hey! How is it going?” “What are you up to today?” e por aí vai.
  • Não é raro as pessoas te cumprimentarem na rua, do nada. Mesmo sem te conhecer.
  • Eles adoram brasileiros e são curiosos sobre o nosso país, mas a maioria deles acha que o Brasil se resume a São Paulo, Rio de Janeiro, Carnaval e Futebol.
  • As californianas volta e meia nos abordam nas festas pra elogiar o nosso físico.
  • O espírito da cidade como um todo é jovem e o estilo de vida saudável. Principalmente nos bairros de praia.
  • Independente da idade, eles são bem ativos. Direto tu encontra idosos tatuados andando de skate pela boardwalk. E aquela história de “não tenho tempo pra malhar” parece que não rola. Inúmeras vezes vi mães se exercitando enquanto empurravam o carrinho de bebê.
  • SD é uma cidade turística e multicultural. Tem uma influência grande do México e vários restaurantes mexicanos – pra minha alegria e também desgraça, porque vá uns bons kgs a mais nesse corpo por causa dos burritos. Burrito Califórnia é vida!
  • Tem praias lindas, mas elas são meio parecidas. A maioria tem píer. E o mar é muito gelado.
  • A cidade tem visuais incríveis e altos picos pra curtir o dia e ver o pôr do sol. Aliás, o pôr do sol lá é lindo!
  • O transporte público não é dos mais eficientes. Tem ônibus e Trolley (que é como um trem). O problema é que tudo é muito longe então o que tu demora 20 min de carro, tu acaba demorando 1h de transporte público. A melhor opção é ter um carro.
  • Se anda muito de bike, principalmente quem mora na praia.
  • É uma cidade segura e limpa. Tu vê mais homeless em downtown.
  • Tem muito brasileiro. Quando eu digo muito, é muito mesmo. E árabes também. Os bairros que tem a maior concentração de brasileiros são Pacific Beach, Ocean Beach e Point Loma. Os dois primeiros são bairros de praia. Eu amo esses lugares, são ótimos em termos de conveniências e coisas pra fazer, mas se tu quiser realmente praticar inglês é melhor ficar longe deles.
  • É barato comprar carro, mas o custo de vida é bem alto.
  • Aluguel de moradia é caro, principalmente se tu quiser morar sozinho. A maioria da galera divide casa com roommates.
  • Mão de obra é caríssima.
  • A grande maioria dos bares não paga pra entrar. Se tu for menor de idade (21) e quiser apenas almoçar de dia em algum bar, mesmo assim não é permitido.
  • As festas acabam às 1h30 da manhã. Só as boates mais fortes em downtown que vão no máximo até às 3h. Quando bate o horário eles acendem as luzes e expulsam todo mundo, sem choro nem vela.
  • Pelo fato das festas terminarem tão cedo acaba sempre rolando uma after na casa de alguém.
  • As house parties americanas são bem como nos filmes que a gente vê. Pelo menos as que eu fui até hoje sim. O Red Cup é marca registrada e sempre tem uma mesa pra jogar Beer Pong ou Flip Cup. Eu achava esses jogos muito toscos até começar a jogar e viciar. Ah e cedo ou tarde a polícia acaba chegando pra terminar com a festa (nem sempre, mas é comum).
  • Californiano curte muito hip-hop. Uma hora ou outra acaba sempre tocando nas festas. E direeeto toca música antiga! Antiga mesmo.
  • Eu fiz questão de ficar em casa de família no início do intercâmbio pra viver a cultura de fato e percebi o quanto eles são patriotas. Eles tem muito orgulho do país deles e a grande maioria das casas tem uma bandeira dos EUA pendurada na frente.
  • O alarme de incêndio das casas apita por qualquer fumacinha. Às vezes tu tá cozinhando lá de boa e começa a apitar. Daí tu mesmo pode desativar o botãozinho em casa antes que os bombeiros cheguem.
  • Os EUA é o paraíso da gordice. Então toda a comida gorda lá é barata: Burrito, Hambúrguer, Donuts e por aí vai. Os alimentos de verdade não são baratos. E eles tem muito alimento alterado, que não faz bem pra saúde – o frango, por exemplo, é cheio de hormônios. Por isso o ideal é comprar comida orgânica, que acaba sendo cara também.
  • Eles tem um humor diferente do nosso. É mais pueril, haja vista os filmes de comédia americana. Olha, eu sou daquelas bem babacas que dá risada de qualquer coisa…Mas sério, eles acham graça em coisas que não tem graça!
  • Eles tem os melhores fast foods ever na minha opinião: In-n-Out e Five Guys.
  • Tu tem que dar Tips (gorjeta) em TUDO o que tu compra se não quiser que te olhem torto.
  • Eles não costumam ter lavanderia dentro de casa e muito menos tanque. Em condomínios tem um espaço específico só com máquinas de lavar e secar em que tu paga para usar e também as famosas lojas de lavanderias espalhadas pela cidade.
  • As multas são caras e rígidas e tu ainda corre o risco de não poder voltar pro país porque eles tem todos os teus passos registrados caso to infrinja alguma regra.
  • É proibido fumar e beber álcool na beira da praia.
  • É proibido beber álcool na rua em qualquer circunstância. E também não pode circular com rótulo de bebida alcoólica aparecendo.
  • Só pode transportar bebida alcoólica no carro se estiver fechada e no porta-malas.
  • Não é comum ver americanos se beijando em festa. Mas eles dançam muito. E de uma forma extremamente sensual. Pensa em gente empolgada!
  • Tu ainda nem terminou de comer no restaurante e eles já te trazem a conta. Não, eles não estão te expulsando dali! Mas a impressão que dá é de que sim.
  • Quando terminam a refeição, eles próprios levantam para colocar as embalagens no lixo. Principalmente em fast foods.
  • As farmácias não se restringem a medicamentos e produtos para higiene. São quase um supermercado, com sessões de tudo o que se precisa, inclusive comida.
  • As pessoas se vestem como querem e não tem aquele olhar crítico. Nos bairros de praia eles vão para as festas bem despojados, às vezes até de chinelo e usando como meio de transporte a bike ou o skate.

E aí, o que acharam?

Eu poderia passar mais horas falando sobre dessa cidade que tem uma baita energia, mas por hora vou ficando por aqui.

Dúvidas, sugestões? Não deixem de entrar em contato.

✈️ Instagram: @guriaspelomundo
✈️ Twitter: @guriaspelomundo
✈️ FB: http://www.facebook.com/guriaspelomundo/

Vem te aventurar com a gente!

🙂

Anúncios

9 comentários sobre “SOBRE VIVER EM SAN DIEGO – CALIFÓRNIA

  1. Germano Kuhnen disse:

    Buenas gurias!
    Sou catarinense mas com um fascínio enorme pelo RS, enfim,não me canso de ler esse texto, sempre foi meu sonho conhecer San Diego, the golden state, anyway, gostaria de saber se vocês tem alguma dica de como conseguir lugar para ficar e contatar uma escola de inglês por conta própria, pois gostaria de tirar o visto de estudante mas sei que necessito de um lugar para ficar e uma escola para estudar antes dele ser aprovado.
    Qualquer ajuda seria bem vinda, até porque essa será minha primeira viagem para fora do Brasil!
    e quanto a fazer amizade com americanos, eles são um povo aberto para isso?
    Forte abraço e sucesso para vocês gurias.
    segue o baile!

    Curtido por 1 pessoa

    • Gurias pelo Mundo disse:

      Oi Germano! Tu vai adorar a Califórnia!!!
      Sobre a escola, eu indico muito a Connect English. Na época eu pesquisei bastante e essa tinha o melhor custo benefício. Tu pode contatar direto a página da escola pelo Facebook ou add o Nick Sacco, que é o próprio dono. Eles são muito legais! Não sei qual é o teu nível de inglês, mas se algum dia tu quiser fazer aula de TOEFL, eles tem a melhor professora do mundo, a Soraya 🙂
      Quanto a hospedagem, a melhor opção é procurar em grupos do Facebook, como o San Diego Network e International Students San Diego.
      O povo é sim muito receptivo! A cidade tem uma vibe praiana, super positiva e alegre. Mas isso é específico da Califórnia, principalmente de San Diego, pois em algumas partes dos EUA, os americanos são mais fechados.
      Qualquer dúvida estamos aqui! Boa sorte!!!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s